??????????

Risco de vida aprovado para os Gms de Atalaia

02-02-2011 18:48

 Há quatro anos os guardas municipais da cidade de Atalaia, vem pleiteando, junto à administração pública uma gratificação de risco de vida, ao tempo em que solicitava do poder executivo municipal que fossem pagas as horas excedidas da sua carga horária e o adicional noturno.


Após muita luta, hoje, os gm’s já desfrutam essa realidade, usufruindo desses direitos em sua integralidade que, assim como o percentual de 30% de risco de vida, vieram para favorecer a qualidade de vida dos profissionais.

Em entendimento com o secretário municipal de Finanças, João Messias Neto, e o secretário de Administração, Petrúcio José Veiga Wanderley, a direção do sindicato garantiu que o salário dos guardas municipais seja pago dentro do mês trabalhado.

Uma outra discussão ainda está em pauta: a reestruturação da Guarda Municipal, que só será possível mediante a construção de uma sede própria, aquisição de uma viatura e duas motocicletas. De acordo com Carlos ‘Pisca’, vice-presidente do Sindguarda, para assegurar a construção do espaço, foi garantida uma verba no valor de R$ 100.000,00, através de emenda parlamentar do ex-deputado federal Carlos Alberto Canuto. Resta, agora, que a prefeitura libere o montante, seja feita a licitação e as obras possam ser iniciadas. 
De imediato há, ainda, outra pendência, eleita como prioridade por parte da administração municipal em um acordo, com a direção do Sindguarda, que é a adesão ao Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (PRONASCI), questão que deve ser encarada como prioridade para que os guardas passem a ter direito à bolsa-formação e a Guarda Municipal a ter direito a receber as verbas que o Programa libera para aquisição de equipamentos e cursos de formação.

Ainda segundo ‘Pisca’, as conquistas só foram possíveis graças à intervenção do secretário de Finanças que se empenhou e recebeu, inúmeras vezes, os diretores do sindicato de modo a dar celeridade ao processo. “Este foi apenas o primeiro passo de muito que, com certeza vamos dar pela categoria aqui em Atalaia. Falta infraestrutura e a adequação da Guarda Municipal ao Estatuto do Armamento, mas com perseverança vamos chegar lá, pois esta é uma luta que dignifica a gestão do sindicato”.



Eliete Amâncio

Voltar

Procurar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.