??????????

10 de Outubro, dia Nacional da Guarda Municipal

10-10-2010 09:33

 PARABÉNS A VOCÊ GUARDA MUNICIPAL!


A Guarda Municipal é um dos poucos órgãos, senão o único, de prestação de serviço público municipal que está inserido na Constituição Federal, tamanha a sua importância frente à segurança pública local. Na Carta Magna, em seu artigo 144, § 8.º, ao citar as atividades, órgãos e atuação frente à Segurança Pública, estabelece-a como sendo da responsabilidade de todos, e principalmente do "Estado", sendo um direito e responsabilidade de todos.

A história da Guarda Municipal acaba se confundindo com a própria história da Nação, nos últimos 200 anos. Devido à missão de promover o bem social, esta corporação esteve desde os primórdios, diretamente vinculada à sua comunidade, sendo um reflexo dos anseios da população citadina.

Ao citar as Escrituras em Gênesis 37:36, em que os midianitas venderam José no Egito a Potifar, oficial de Faraó e comandante da Guarda, observamos que todos os povos, sempre ao se reunirem em grupo, necessitavam da figura altaneira do Guardião da Lei e da Ordem, muitas vezes representado pelo próprio chefe da tribo.

No Brasil, a primeira instituição policial paga pelos erários foi o Regimento de Cavalaria Regular da Capital de Minas Gerais, em 09 de junho de 1775, onde o Alferes Joaquim José da Silva Xavier, o "Tiradentes", tornou-se comandante em 1780. Com a vinda da família Real para o Brasil, foi criada em 13 de maio de 1809, a Divisão da Guarda Real de Polícia (Guardas Municipais no Brasil), cuja missão era de policiar a cidade em tempo integral e circular em patrulhas a pé ou a cavalo, "com o seu dever sem exceção de pessoa alguma", sendo "com todos prudentes, circunspectos, guardando aquela civilidade e respeito devido aos direitos do cidadão".

O Ex-Regente Feijó, em 1839, dirigiu-se ao Senado, afirmando que: "Lembrarei ao Senado que, entre os poucos serviços que fiz em 1831 e 1832, dou muita importância à criação do Corpo Municipal Permanente; fui tão feliz na organização que dei, acertei tanto nas escolhas dos oficiais, que esse corpo é o modelo da obediência e disciplina, e a quem se devem a paz e a tranquilidade de que goza esta corte".

As Guardas Municipais no Brasil, dada sua atuação, foram conhecidas também como: "Batalhão dos Oficiais-Soldados", "Voluntários da Pátria", "Sagrado Batalhão" e "Guerreiros da Pátria".

Esta Corporação Ducentenária teve em seu quadro vultos nacionais que a conduziam honrosamente, tendo como destaque o Major Luiz Alves de Lima e Silva, o "Duque de Caxias", nomeado Comandante do Corpo de Guardas Municipais Permanentes em 18 de outubro de 1832.

Quando conhecemos nossa história, sabemos quem somos e a que viemos. Quiçá os Guardas Civis Municipais de Ilhéus, a exemplo dos grandes nomes que os precederam, valorizem a Nação, o Estado, o Município e acima de tudo o seu maior tesouro, a vida do cidadão de bem.

A você que se orgulha de ser Guarda e desempenha a sua função com probidade, honra, compromisso e comprometimento e com a garra de um "Guerreiro da Pátria", parabéns
Voltar

Procurar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.